Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

No Labirintto Z

"Este labirinto [ruas indefinidas] de linhas retas, não de complexidade, aonde o leva o tempo de um homem cuja verdadeira vida está longe." (Jorge Luis Borges)

No Labirintto Z

"Este labirinto [ruas indefinidas] de linhas retas, não de complexidade, aonde o leva o tempo de um homem cuja verdadeira vida está longe." (Jorge Luis Borges)

Overdose

13.07.04, Zana
Magda Maria Almodóvar

Sou viciada em carinhos
em abraços
em beijos
em afagos

Sou viciada em afetos
em ternura
em toque
em meiguice

Sou viciada em mar
em luar
em estrada
em chegar

Sou viciada em perfumes
em sapatos
em jóias
em sedas

Sou viciada em amigos
em filhos
em cães
em amores

Sou viciada em filmes
em escultura
em teatro
em literatura

Sou viciada em versos
em Vinicius em Baudelaire
em Neruda

Sou viciada em Bandeira
em Pessoa
em Cora
em Chico

Sou viciada em Romano
em Adélia
em Cecília
em Otaviano

Sou viciada em Drumond
em Camões
em Quintana
em Catulo

Sou viciada em música
em Cartola
em Gershin
em Peninha

Sou viciada em Mozart
em Caymi
em Milton
em Gonzaguinha

Sou viciada em Tom
em Elis
em Sinatra
em Caetano

Sou viciada em Nana
em Maysa
em Piaff
em Mariano

Sou viciada em Búzios
em água de côco
em camarão
em Geribá

Sou viciada em Brasil
em Pelé
em Garrincha
em café

Sou viciada em esperança
em verdade
em canto
em dança

Sou viciada em amar
em todas as formas de vida
em todas as formas de sonho
em todos os jeitos de dar

Vou morrer de overdose
cheirando maresia
enlouquecida em orgasmos
delirando poesia